Você Sabia

A Big Trees separou algumas curiosidades referente as espécie que trabalha. Confira abaixo:


 

Ipê Amarelo
O Ipê Amarelo é espécie tipicamente brasileira mas, atualmente, quase não a encontramos em seu habitat natural. Por muitos, a árvore é considerada o símbolo nacional por ser de cor amarela viva e porque antigamente era encontrada em todas as regiões do país. O próprio presidente do país em 1961, Janio Quadros, declarou que o ipê amarelo era a Flor Nacional.

Ipê é uma palavra de origem tupi, que significa árvore cascuda, e é o nome popular usado para outras espécies que possuem flores semelhantes de cores diferentes, como brancas, rosas, roxas e lilás. Atualmente a árvore é usada para decorar locais sofisticados, uma vez que é uma árvore vistosa e belíssima.

Phoenix Canariensis
Também conhecida como Palmeira-das-canárias ou Tamareira-das-Canárias, a Phoenix Canariensis é, como diz o nome, vinda das Ilhas Canárias. A palmeira é rústica e robusta, ou seja, tem grande porte e por isso não é indicada para compor fachadas de lugares pequenos. Possui tronco único e pode alcançar até 20 metros de altura. Ao contrário do que se pensa, a palmeira produz flores sim, são pequenas e brancas; dão, inclusive, origem a frutos alaranjados e pequenos, apreciados pelos pássaros.

 



 

Jequitibá-Rosa
Você sabia que as cascas de Jequitibá-Rosa cozidas são usadas para combater disenterias, hemorragias uterinas e, externamente, para gargarejos que têm a finalidade de debelar a inflamação das amígdalas? Ele é, ainda, considerado o maior vegetal genuinamente brasileiro. O seu copado se distingue dos demais à distância, pois esta árvore, na incessante procura do sol pleno, cresce até suplantar a todas as que estiverem ao seu redor.

Fonte: maniadeamazonia.com

Belas árvores tornam os locais mais atraentes e agradáveis
Você sabia que 80% dos brasileiros preferem visitar locais mais distantes e que tenham belas árvores, do que lugares próximos que não possuam bela aparência. Isso acontece porque a vida cotidiana é muito corrida, sem deixar tempo para observar e ter contato com a natureza. Além disso, a industrialização constante torna cada vez mais raro os locais com grandes e belas árvores. Por isso, toda e qualquer oportunidade que as pessoas tenham de ter contato com locais arejados e bonitos são válidas.